Data Center x Cloud Computing

Data center e cloud computing são duas soluções muito utilizadas por empresas para suporte de suas atividades cotidianas, como armazenamento de dados e acesso a aplicações.

Você sabe quais são as diferenças entre elas?

Data Center

Basicamente, um data center é um local físico em que as organizações utilizam recursos para hospedar dados e aplicações importantes.

Tratam-se de recursos computacionais e de armazenamento, que disponibilizam às empresas o acesso a aplicativos e dados em escala compartilhada. Esses recursos incluem equipamentos e hardware como controladores, firewalls, roteadores, servidores e switches.

A infraestrutura dos data centers evoluiu bastante nos últimos anos, passando de meros servidores físicos e locais para redes virtuais que trabalham com pools de infraestrutura multinuvem e física.

Os data centers mais eficientes, atualmente, conectam dados através de diferentes centros, em ambientes cloud privados ou públicos. A eficiência do data center depende da comunicação rápida entre esses vários elementos.

No mundo corporativo, os data centers cumprem diversas funções, suportando diversos aplicativos e processos essenciais ao dia a dia de empresas, como armazenamento e compartilhamento de arquivos, comunicações oficiais, sistema de gestão empresarial e desktop virtual.

Cloud Computing

A cloud computing, inglês para computação na nuvem, é uma forma de acessar recursos de TI com base na internet, sob demanda, a exemplo de armazenamento, aplicações e redes compartilhadas.

Por ser inteiramente virtual, essa solução poupa os gastos com equipamento e espaço físico, permitindo uma utilização digital não atrelada a uma localidade específica. Além disso, pelo seu aspecto sob demanda, apenas se paga o que efetivamente se utiliza de recursos computacionais.

Dessa forma, a computação em nuvem é uma forma não só de cortar custos associados à instalação e manutenção de servidores físicos, como também permite atender às demandas de TI do negócio de forma dinâmica, simples e confiável.

A chamada “nuvem” nada mais é do que uma ampla rede de servidores conectados que, em conjunto, formam um massivo dispositivo para armazenar e processar dados, com elasticidade na disponibilização de recursos.

Em outras palavras, é possível ajustar o poder computacional utilizado conforme a demanda, mediante alocação dos recursos dos servidores disponíveis, sem necessidade de reinstalações ou manutenções físicas.

Principais diferenças

Percebe-se, assim, que a grande diferença conceitual entre as duas soluções se dá em função do espaço ocupado pelos serviços.

Enquanto os data centers dizem respeito a locais determinados em que operam os equipamentos físicos responsáveis pelos sistemas da empresa, na cloud computing os recursos computacionais não possuem uma localização específica, sendo, portanto, mantidos por servidores situados de forma esparsa, muitas vezes com abrangência global.

Essa diferença fundamental entre as duas soluções implica uma série de consequências práticas que as diferenciam no dia a dia das organizações.

Ao passo que os data centers concentram todos os equipamentos em apenas um local, a computação em nuvem trabalha com locais variados e espalhados, o que diminui o risco relacionado ao hardware, como incêndios e enchentes.

O data center permite que a empresa tenha um sistema exclusivamente dedicado às suas necessidades computacionais, mas que envolve consideráveis custos de escalabilidade e pouca elasticidade. Já a cloud computing permite uma maior flexibilidade no aumento ou redução do poder computacional utilizado, com reflexo imediato nos custos.

Caso queira saber mais sobre essas tecnologias e como elas podem contribuir para o seu negócio, clique aqui e conheça nossas soluções!