como traçar um PDI

 

O cenário de pandemia afetou o emocional de todos, devido à avalanche de mudanças que as pessoas precisaram enfrentar, tanto no âmbito pessoal, quanto no profissional.

Como consequência, as empresas precisarão adotar algumas novas medidas que ajudem a “reorganizar a casa” no pós-pandemia.

A Gestão de TI foi uma das áreas mais exigidas nesse período, visto que, praticamente todas as atividades corporativas passaram para o ambiente digital, aumentando a demanda de serviço desses profissionais.

Nesse contexto, surge a importância de traçar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) pós-pandemia como um caminho de fortalecimento e crescimento das equipes de TI.

Entenda o que é PDI e como ele funciona para a Gestão de TI!

Gestão de TI preparada para a digitalização

As diversas adaptações na rotina das empresas provocadas pelo novo coronavírus só foi possível devido a uma gestão de TI preparada para a digitalização.

Afinal de contas, não teria como adotar o home office como modelo de trabalho sem que houvesse canais de comunicação efetivos, ferramentas de compartilhamento de informações seguras, softwares de proteção de dados, etc.

Tudo isso é pensado e desenvolvido pela Gestão de TI e, ao que tudo indica, no pós-pandemia esse setor se tornará ainda mais relevante para as empresas, visto que a digitalização tende a crescer cada vez mais e essa transformação precisará ser acolhida pelos donos e gestores das companhias.

como traçar um PDI

O que é um PDI e qual a sua importância na Gestão de TI

Em meio às expectativas de futuro para a Gestão de TI, surge a importância de criar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) como estratégia de crescimento nas corporações.

O PDI é um documento que determina as metas e prazos para se conquistar um objetivo específico através do desenvolvimento pessoal e profissional do indivíduo.

Esse plano vai orientar as decisões do colaborador de modo que ele saiba exatamente para onde está indo e alcance os resultados almejados em sua jornada.

Assim, os gestores valorizarão a capacidade dos seus colaboradores, de modo a desenvolver suas habilidades e aumentar a produtividade das equipes de TI, tão necessárias no pós-pandemia.

É notório como o indivíduo se sente mais valorizado e, consequentemente, mais motivado para o trabalho, através do PDI e essa é uma vantagem preciosa para a empresa, que colherá o melhor desempenho de sua equipe.

Como traçar um PDI pós-pandemia?

O PDI ideal para uma Gestão de TI no cenário pós-pandemia deve ser feito a partir de alguns pontos essenciais, de acordo com o coach Stephanie Crispino:

Objetivo Específico

É preciso definir qual é o objetivo específico que a Gestão de TI desejar alcançar. Encontre esse objetivo, a partir da análise de resultados e metas da empresa.

Competências necessárias

O que será preciso para alcançar esse objetivo? É importante listar essas competências, considerando, inclusive as que os colaborares já tenham.

Análise pessoal

Essa análise deve se concentrar nos pontos fracos e pontos fortes a equipe, de modo a aprimorá-los.

Priorização

Nesse ponto, é preciso definir as competências mais importantes para alcançar o seu objetivo específico. Utilize uma regra de 3 para isso: impacto, urgência, desejo de aprender.

Crie um cronograma

Determine o prazo e as metas para desenvolver as habilidades pensadas, de acordo com os passos anteriores.

Analise o percurso

Cada passo da jornada precisa ser analisado, a fim de que se possa reavaliar e ajustar o que for necessário.

Logo, o seu PDI está criado e a sua Gestão de TI terá a chance de desenvolver as habilidades e competências que precisam para alcançar o objetivo específico no pós-pandemia, bem como melhores resultados para a empresa como um todo.

Visite o nosso site e conheça os nossos produtos e soluções para a sua Gestão de TI!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *