Data Driven

Possivelmente, você já deve ter ouvido falar no recrutamento data driven, certo? De fato, essa forte tendência já faz parte das estratégias de diversas empresas. Aliás, ela objetiva transformar a forma de realização das contratações. Quer saber mais sobre essa temática? Então leia o nosso post!

Recrutamento data driven: o que é?

Antes de tudo, é fundamental compreender que o recrutamento data driven também é chamado de recrutamento inteligente. Dessa forma, ele consiste na utilização de procedimentos capazes de melhorar o nível de assertividade dos mecanismos de contratação de uma empresa. Portanto, nessa etapa são utilizadas algumas tecnologias que proporcionam a coleta, o processamento e a análise de uma grande quantidade de dados provenientes de diversas fontes. Com base nisso, a organização pode capturar informações de:

  • sites de emprego;
  • mídias sociais;
  • bancos de talentos;

Obviamente, é possível utilizar esses dados de maneira inteligente. O objetivo é selecionar o candidato adequado para ocupar a vaga ofertada pela empresa.

Como praticar esse tipo de recrutamento?

Atualmente, o recrutamento data driven pode ocorrer de forma simples. Então, para ajudar a usa empresa nesse processo, separamos alguns procedimentos fundamentais. Confira!

1. Colete os dados de forma eficiente

Sem dúvidas, uma das vantagens proporcionadas por essa forma de recrutamento consiste no uso eficiente das tecnologias. Nesse momento, é preciso compreender as funcionalidades do machine learning (ML) e da inteligência artificial. Aliás, essas ferramentas proporcionam a combinação de diversas informações, bem como a extração de dados relevantes para o seu negócio. Dessa forma, a tomada de decisão na hora de escolher um candidato tende a se tornar mais eficiente.

2. Utilize as métricas corretas

Vale a pena ressaltar que o recrutamento inteligente utiliza informações capturadas de várias fontes. Em contrapartida, esse procedimento não requer a coleta de qualquer tipo de dados. Na verdade, é necessário definir a modalidade de informação importante que deve estar relacionada ao perfil adequado de colaborador. Portanto, a sua empresa precisa identificar as métricas necessárias para esse processo como, por exemplo:

  • o prazo de contratação;
  • o nível de aceitação;
  • a fonte da contratação por meio do recrutamento data driven;
  • a retenção dos colaboradores;
  • o número de candidatos por vaga.

3. Treine a sua equipe para o recrutamento data driven

De fato, as tecnologias e as informações não trabalham sozinhas, certo? Por isso é essencial fornecer um treinamento eficiente para a sua equipe. O objetivo consiste em trabalhar um processo de recrutamento inteligente. Nesse instante, é recomendado explorar ao máximo o potencial apresentado por essas ferramentas tecnológicas. Aliás, o processo de otimização de tarefas proporcionado por elas permitirá que os seus colaboradores tenham mais tempo para a realização de outras atividades.

Sendo assim, será possível aumentar o nível de motivação e engajamento. Portanto, experimente estimular uma conscientização coletiva sobre as vantagens proporcionadas pelo recrutamento com base nos dados coletados. Na sequência, capacite os seus funcionários para o uso das novas tecnologias. Por fim, realize a análise dos resultados. Dessa forma, a sua empresa conseguirá manter uma vida longa no mercado.

Após ampliar os seus conhecimentos sobre o recrutamento data driven, aproveite para navegar no nosso site e conhecer os produtos e serviços. Você não vai se arrepender!